7 de Outubro, 2022
Horário: 18:00
Local: Academia Musica
Cidade: Paços de Brandão

Duo Sirius

Duo Sirius é um duo de guitarras formado por Diogo João e Márcio Silva, em atividade desde 2018. Os dois músicos conheceram-se em 2015 quando iniciaram os seus estudos com Dejan Ivanović, na Universidade de Évora, tendo, desde então, colaborado em diferentes projectos. Têm-se apresentado em concerto um pouco por todo o país, incluindo no Young Guitar Masters Paredes, Festival Internacional de Guitarra de Guimarães e Festival Internacional de Guitarra de Lagoa. O duo foi recentemente distinguido com o 1.º prémio de Música de Câmara – Nível Superior na edição de 2022 do Prémio Jovens Músicos da RTP/ Antena 2, prémio este que foi atribuído pela primeira vez a um duo de guitarras. Na edição de 2020/2021 do mesmo concurso, o duo foi laureado com o 3.º prémio.

Programa:

Antoine de Lhoyer (1768-1852)
Duo Concertant op. 31 n.º 3 (1814)
I. Allegro agitato
II. Romance: Andante sostenuto
III. Rondo: Poco vivace

André Jolivet (1905-1974)
Sérénade pour deux guitares (1956)
I. Præludio e canzone
II. Allegro trepidante
III. Andante malinconico
IV. Con allegria

 

Rodrigo Teixeira

Rodrigo Teixeira nasceu na Maia, em 2003. Iniciou os estudos musicais aos 8 anos, na Academia de Música da Maia, nas classes de Oleg Ter Martirosov (violino e piano) e de Rúben Andrade (formação musical e composição). Em 2016, tornou-se aluno de Jill Lawson na Escola de Música do Colégio Moderno em Lisboa, fre- quentando paralelamente o curso integrado de música no Conservatório de Música do Porto, com Teresa Xavier e Helena Galante (piano) e Fernando Valente (composição). Actualmente é aluno na Escola de Artes de Castelo Branco, na classe de Jill Lawson. Frequentou master- classes com Levente Kende, Eldar Nebolsin, Naum Grubert, Caio Pagano, Marianna Shirinyan, Imogen Cooper, Dalia Ouziel, Pedro Emanuel Pereira, Fausto Neves, entre outros.

Na Academia de Música da Maia, exerce a função de pianista acompanhador. Desta- cam-se vários projectos de ópera, música de câmara e a solo. Aos 17 anos, realizou uma série de recitais com os 24 Estudos de Chopin. Estreou-se com orquestra no Teatro Nacional de São Carlos, aos 14 anos, tendo continuado o trabalho com orquestras ao longo dos anos, interpretando o mais diverso repertório.

O seu currículo reúne vários galardões em concursos nacionais e internacionais, entre os quais o Prémio Círculo Richard Wagner — Jovem Pianista 2021, o Concurso de Piano de Oeiras (melhor peça portuguesa), o Concurso Internacional de Música Terras de Santiago (melhor peça portuguesa), o Concurso Inter- nacional de Piano Santa Cecília, o Concurso de Piano da Póvoa de Varzim, o Prémio Elisa Sousa Pedroso e o Concurso Internacional de Piano de Huesca, entre outros.